Colunista do Direito & TI lança APP que auxilia vítimas de vingança pornô

13/10/2015

Você sabe o que é vingança pornô? Uma ideia contemporânea vai auxiliar as pessoas a compreender e a reagir a esse tipo de situação.

A vingança pornô (revenge porn) ou pornografia de revanche é o ato de divulgação de fotos e ou vídeos íntimos sem o consentimento prévio. Esses vídeos ou imagens, em regra, são realizados mediante mútuo consentimento durante um relacionamento e, após o término deste, uma das partes divulga as cenas íntimas sem a devida autorização com o intuito de submeter a outra a humilhação pública.

Enquadram-se, ainda, os casos de subtração de equipamentos que contenham fotos ou vídeos íntimos e são difundidos, seja com o intuito de lucro, seja para obtenção de notoriedade ou, ainda, de “entretenimento”.

As vítimas desses apedrejamentos virtuais, segundo Alesandro Gonçalves Barreto, colunista do Direito & TI e idealizador da APP, além de submetidas à todo tipo de humilhação, não sabem como proceder para minimizar o dano e recuperar sua privacidade.

Pensando nisso, desenvolveram um APP com o intuito de prestar auxilio às vítimas, policiais e advogados sobre como proceder nesses casos.

O APP, desenvolvido por Mardem Lincow C da Silva, é dividido nos seguintes tópicos:

  • Definição;
  • Como evitar;
  • Exclusão de conteúdo;

– Redes Sociais, Buscadores e Sites

  • Seu Direito;

– Legislação

– Jurisprudência

  • Denúncia online;
  • Providências a serem tomadas:

– Delegacia Especializada

– Preservação de Evidência

– Boletim de Ocorrência

– Criar Alerta.

A aplicação não tem nenhum fim lucrativo e, sim, prestar auxílio às vítimas de apedrejamento virtual sobre qual caminho seguir. Acessem o app e mandem sugestões para seu aperfeiçoamento (e-mail delbarreto@gmail.com).

Disponível em: https://play.google.com/store/apps/details?id=xdk.intel.blank.ad.template23&hl=pt_BR

Por enquanto, o APP está disponível apenas para Android.

Comentários

Veja também:

Decisão Judicial: Loja perde ação pedindo insignificância de pirataria
Aberto edital para a seleção no PPGD em Direito da UFSM
Mundo conectado? #sqn
Tribunal Constitucional peruano valida o uso de videoconferência em processo penal

2015 - Todos os direitos Reservados