Rumos da conectividade no Brasil é tema de debate público na Câmara dos Deputados

08/11/2015

Duas Comissões da Câmara dos Deputados, a da Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática e a de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio, realizam, na terça-feira (10/11), às 14h30min, no Plenário 14, audiência pública visando a discutir a “Internet das Coisas” (Internet of Things – IoT). O termo é uma alusão aos dispositivos utilizados no dia a dia por todos os cidadãos e que já possuem conexão à Internet ou entre si, tais como os celulares, smartphones, TVs, DVDs etc.

O autor do requerimento para o debate, deputado Odorico Monteiro (PT-CE), conforme entrevista à Agência Câmara de Notícias, refere que o setor vem ganhando cada vez mais espaço nas nossas vidas:

“A proporção toma rumos ainda desconhecidos, mas expressivos, novas tecnologias que envolvem Internet das Coisas em 2015 devem somar 25 bilhões de dispositivos conectados à internet e 50 bilhões até 2020, estimando que a população no planeta será de 7,6 bilhões, isso resultará em uma média superior a 6 dispositivos por pessoa”.

“Diante de tal potencial que Internet das Coisas poderá representar ao Brasil, se faz necessário debater a respeito de um conjunto amplo e coordenado de medidas centradas em ações para formação de pessoal, financiamento, incentivo à inovação, desenvolvimento de mercado local, logística, colaboração nos processos abertos de normatização internacional entre outros, para que o Brasil tenha condições de competir nos setores e verticais nas quais possui escala global, podendo assumir o papel significativo de liderança”.

Convidados para Audiência Pública:

– o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Celso Pansera;
– o ministro das Comunicações, André Figueiredo;
– o presidente da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), Luis Manuel Rebelo Fernandes;
– o presidente-executivo da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), Sergio Paulo Gallindo; e
– o presidente-executivo do Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil), Eduardo Levy.

Fonte: Agência Câmara Notícias

Comentários

Veja também:

Direito & TI seleciona colaborador/editor
Anteprojeto de Proteção de Dados e vídeos do Seminário de Proteção à Privacidade e Proteção de Dados
Decisão entende que empresa se excede na cobrança via e-mails a trabalhadora grávida e é condenada a pagar indenização
Dever de empresa que hospeda sites fiscalizar o conteúdo publicado tem repercussão geral

2015 - Todos os direitos Reservados