Womcy reúne profissionais de segurança cibernética na América Latina

01/12/2019

Primeira organização sem fins lucrativos da América Latina, formada por mulheres em cibersegurança, a Women in Cybersecurity cria redes, orienta e entrega programas especiais para promover as carreiras e a conscientização cibernética em todo o ecossistema do setor

A LATAM Women in Cybersecurity (Womcy), rede para profissionais de segurança cibernética na América Latina, é a primeira organização sem fins lucrativos da região formada por profissionais de segurança cibernética com o objetivo de aumentar a presença de mulheres em todas as organizações latino-americanas. O objetivo é minimizar o gap de conhecimento e aumentar o papel de talentos em cybersecurity.

A Womcy promove a criação de redes, a orientação e a entrega de programas especiais para ajudar a promover a carreira e a conscientização da segurança cibernética. Letícia Gamill é a presidente da instituição para LATAM, englobando México, Miami, Colômbia, Chile, Brasil, Peru, Argentina, Equador, Uruguai, Paraguai, Bolívia e Venezuela. No Brasil, liderado por Andréa Thomé, diretora da Womcy Brasil, há uma iniciativa diferenciada, com a presença dos homens para fomentar a educação no universo cybersecurity denominada He For She. O editor-Chefe da Direito & TI, Emerson Wendt, fará parte desse grupo e incentiva a proposta, “é fundamental nesses dias atuais”, disse.

A comunidade Womcy proporciona networking, mentoria e desenvolvimento profissional para mulheres que iniciam sua carreira em segurança cibernética ou que já possuam uma carreira estabelecida. Para aqueles que estão apenas começando sua carreira ou estão investigando carreiras em segurança cibernética, a WOMCY fornece suporte e rede para ajudar suas habilidades e associar um novo membro a um líder experiente por meio de uma comunidade de suporte.

Pilares

A Womcy está estruturada em três grandes pilares: no setor corporativo, educacional e fundamentos. A ideia é abranger todas as esferas do universo da segurança da informação, estimulando o conhecimento e a presença feminina no setor, crescente ano a ano. Dessa forma, é possível integrar todo ecossistema envolvendo as empresas, eventos, escolas e universidades, fundações e associações.

Woncy 2

No mundo empresarial, os seus membros podem participar do Womcy Talks, que são palestras informativas sobre tendências de segurança cibernética. Além disso, há o Womcy Mentoring, uma tutoria de mulheres que desejam crescer profissionalmente no mundo da segurança cibernética. E, ainda, o Womcy Talent, com a oferta de talentos certificados em segurança cibernética para contratação no mundo dos negócios.

No setor educacional, há a preocupação de criar uma cultura de segurança de dados e por isso os membros podem fomentar o desenvolvimento da Womcy Girls por meio de palestras para incentivar o estudo de carreiras STEM (Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática). E, ainda, contribuir com o Womcy Geek, que é a conscientização fala sobre ameaças cibernéticas. Além disso, há o Womcy Jobs, voltado para homens e mulheres universitários com formação acadêmica em cibersegurança por meio de um plano de carreira especializado. E, ainda, o Womcy Tech também atende estudantes das universidades com o objetivo de ampliar os conhecimentos em segurança da informação por meio de palestras, gamificação e hackatons, entre outras atividades.

Em fundamentos, a ONG desenvolveu o programa Womcy Give, voltado para doação do tempo das Womcies (voluntárias), a organização e dedicada a mulheres e crianças com poucos recursos por intermédio de uma ou mais atividades oferecidas pela instituição. Nesse mesmo pilar, o Womcy Back recebe doações de tempo e recursos financeiros por parte de terceiros para campanhas de Cybersecurity que combinam os programas da Womcy. E, ainda nesse pilar, o He for She, iniciativa desenvolvida no Brasil – uma rede de homens especialistas e líderes de segurança da informação que apoiam as iniciativas da organização.

Para ingressar na comunidade Womcy, basta fazer o cadastro no www.womcy.org. Também, pode seguir o Woncy no Linkedin, clicando aqui.

Comentários

Veja também:

Combate ao Cibercrime. Para quê e como? Apontamentos desde uma perspectiva europeia
Dever de empresa que hospeda sites fiscalizar o conteúdo publicado tem repercussão geral
STF confirma que obtenção de dados cadastrais telefônicos não constitui violação de sigilo
III Congresso Direitos Fundamentais e Processo Penal na Era Digital 2019

2015 - Todos os direitos Reservados